Qual a importância das redes sociais pessoais no ambiente corporativo?

Você sabia que a forma como um profissional se comporta nas redes sociais pessoais influencia no relacionamento com a empresa e com novas conexões? Hoje, é comum que clientes e empresas olhem, além do portfólio, as suas condutas na internet. É habitual que queiram saber como o profissional é enquanto pessoa, isto é, por trás do cenário profissional.

As redes sociais, se usadas de maneira correta, podem ser grandes aliadas para a sua visibilidade. Nelas você pode divulgar os seus serviços, desenvolver conteúdos para promovê-los, entre muitas outras estratégias. Porém, ao ter ações negativas, as redes sociais pessoais podem atrapalhar na sua imagem pessoal e afastar pessoas.

Mais do que o serviço que você presta ou o produto que você vende, a sua imagem conta muito quando se trata de negócios. A forma com que lida com situações, como se expressa,  o que você expõe e a forma como isso é feito são atos constantemente observados.

Na visão de empresários e clientes, as redes sociais são como uma “extensão” sua e, de alguma forma, você é sua própria marca. Esta marca vai sendo estabelecida cada vez em que manifesta a sua opinião, faz uma publicação, curte e compartilha um conteúdo. Por isso, aprender a se comportar de forma adequada nas redes sociais é indispensável para todos os profissionais.

Continue lendo e saiba como se posicionar nas redes sociais para gerar bons resultados, o que fazer para evitar conflitos e boas práticas para um perfil de sucesso. 

Por que ter cuidado nas redes sociais pessoais?

As consequências de ter uma postura inadequada nas redes sociais pessoais podem ser catastróficas e gerar grandes problemas. É importante que a utilização destas ferramentas seja feita de forma educada e consciente, de modo que não desrespeite, ofenda ou cause constrangimento a outros usuários. 

Más condutas podem levar à demissão por justa causa. Neste caso, o trabalhador tem direito apenas ao saldo do salário e as férias vencidas, deixando de receber férias e 13º proporcionais. Além disso, não tem direito à multa do FGTS e ao dinheiro do aviso prévio. 

Quais comportamentos nas redes sociais pessoais podem levar à demissão de um funcionário?

Dependendo da visão da empresa, algumas ações que para você podem parecer inofensivas, para os gestores podem ser algo fora da cultura da corporação. É importante que se tenha o conhecimento das normas e que elas sejam seguidas pelo colaborador. 

Abaixo listei alguns comportamentos que podem levar à demissão de um funcionário:

  • Difamar a imagem da empresa;
  • Reclamar do salário, do horário, do novo uniforme ou do trabalho em si;
  • Falar mal do chefe, dos colegas e dos clientes.
  • Publicações que abalam a moral ou são ofensivas;
  • Uso indevido das redes sociais em horário de trabalho;
  • Uso de mídias sociais não autorizadas pela empresa;
  • Ofensa ao pudor, pornografia ou obscenidade, com desrespeito aos colegas de trabalho e à empresa;
  • Manifestações contra os Direitos Humanos (racismo, homofobia, intolerância religiosa e intelectual, etc…);
  •  Apresentar atestado e, nos dias de ausência, aparecer em fotos de festas ou eventos.

Redes Sociais e Empresas

As Redes Sociais são plataformas digitais com diversos objetivos e finalidades. São utilizadas para fins profissionais, de relacionamentos, entre muitos outros. Através destas plataformas, pessoas e empresas conseguem se conectar e compartilhar informações. Geralmente, as redes sociais permitem que o usuário crie um perfil e adicione outras pessoas. Além de permitir que o usuário envie mensagens, curta publicações, faça comentários, entre outras atividades.

Hoje, no Brasil, mais de 62% da população está ativa nas redes sociais. As plataformas são grandes fontes de conhecimento, notícias, conexão e comunicação entre as pessoas. Também uma ótima forma de divulgar um negócio, as empresas estão cada vez mais fortes no mundo online e, é comprovado que tem dado resultados surpreendentes nas vendas e na visibilidade da corporação.

Atualmente, temos disponíveis como redes sociais o Instagram, WhatsApp, LinkedIn, Snapchat, Twitter, entre muitas outras. As redes sociais fazem com que mais e mais pessoas estejam conectadas umas às outras. Conectadas também, ao conteúdo que as empresas e marcas com as quais mais se identificam publicam online. 

Hoje em dia, é considerado incabível que as marcas não estejam presentes no mundo digital. É necessária uma boa estratégia de Marketing Digital para atingir de forma eficiente o público-alvo além de fidelizar e conquistar ainda mais clientes. 

O Branding Pessoal dos colaboradores da empresa influencia no marketing da própria corporação, pois são eles quem estão por trás dos processos. Os funcionários são quem fazem a empresa, são eles os responsáveis pelos resultados. Por isso, a índole deles nas redes sociais pode ser levada em consideração, já que a imagem que se transmite acaba se fundindo com a empresa em que trabalham.

Como se posicionar nas redes sociais pessoais?

As atitudes nas redes sociais falam muito sobre a nossa vida, pensamentos e modo de agir. Quando alguém percebe uma atitude incorreta de outra pessoa na internet, permanece aquela impressão e imagem sobre ela. Sabendo disso, fique atento:

  • Tenha cuidado ao fazer postagens de assuntos polêmicos ou mesmo criar polêmica nas suas redes sociais;
  • Publique a sua opinião apenas em nome próprio, não a associe à empresa que você trabalha;
  • Não poste sobre os processos e estratégias da empresa, mantenha em sigilo;
  • Cuidado ao expor em excesso a sua vida íntima e financeira;
  • Tenha cuidado com fotos embriagado(a) ou em situações vulgares;
  • Não poste fotos de ambiente de trabalho se ele estiver desorganizado, pois isso passará a imagem de desordem da empresa;
  • Não poste, de forma alguma, conteúdo racista, machista, homofóbico ou preconceituoso de forma geral;
  • Não fale mal da empresa e dos colaboradores, pois isso expressa falta de profissionalismo e maturidade.

Cada rede social é focada em um tipo de conteúdo, algumas são mais descontraídas enquanto outras são mais sérias. Lembre-se de adaptar as suas publicações de acordo com a plataforma que está usando.

A plataforma LinkedIn, por exemplo, é uma rede social profissional onde é possível criar uma espécie de “currículo” para que novas oportunidades de carreira surjam. Nesta rede, costuma-se compartilhar experiências profissionais, publicar conteúdos relacionados à empresa, estar por dentro de notícias referentes a negócios e acompanhar grandes referências de cada ramo. 

Neste caso, é interessante que o perfil não contenha muitos conteúdos íntimos e pessoais. É irrelevante postar fotos em festas ou eventos incomuns como baladas, bares, etc. A descrição deve ser bem definida e a foto de perfil deve mostrar o rosto, passando uma imagem do usuário como profissional. Recomenda-se que o conteúdo seja apenas sobre o cotidiano e as experiências de trabalho.   

Conclusão 

Neste artigo, vemos o porquê é importante ter o conhecimento de como utilizar as plataformas de comunicação de maneira correta e vantajosa. O uso adequado das redes sociais pode ser uma grande ponte para resultados incríveis se levarmos ao nosso favor. 

Mantenha-se de olho nas suas ações, curtidas, publicações e conteúdos compartilhados. As suas redes sociais servirão como um reflexo da sua conduta e servirá para a fidelidade e pessoas que venham a visitar o seu perfil.

O colaborador, seguindo as normas da empresa e agindo com bom comportamento nas mídias, com certeza trará bons resultados para a corporação em que está inserido. Garantindo assim, a integridade da sua imagem pessoal e profissional.

Author avatar
bianca

Publicar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nosso site utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Leia nossas