Blog Lean Sales

Categorias


Últimas postagens


Blog Lean Sales

Propósito de marca: sua marca se conecta com o seu cliente?

Você sabe o que é propósito de marca? Veja neste conteúdo como conectar a sua marca com seus clientes e atribuir um propósito a ela.

Carmelise de MedeirosCarmelise de Medeiros

O propósito de marca é frequentemente abordado em eventos e blogs como a razão da existência de uma marca. Mas afinal, o que é propósito de marca?

Para responder essa pergunta, precisamos pensar na marca como pessoas, pois assim como as pessoas, as marcas carregam valores, que desejam entregar aos seus consumidores além das vantagens de seus produtos e serviços, gerando vínculo.

A marca que possui o propósito no foco de suas ações, é capaz de transformar tensões sociais em mudanças significativas na sociedade como agente de consciência social, entendendo qual é o seu papel na vida das pessoas.

Os benefícios entre marca e consumidor são compartilhados, há uma troca de valores a favor do impacto na sociedade, onde o consumidor é cada vez mais participativo e atento aos objetivos da marca.

A definição de propósito é que ele se apresenta como a essência da marca, do seu potencial e a capacidade de evolução da marca, de como a marca inspira e é lembrada por seus consumidores.

De maneira prática, para Jaime Troiano propósito é a resposta para a seguinte pergunta:

O que a sociedade perderia se sua empresa desaparecesse amanhã? 

Mas pensando em soluções, o questionamento seria:

Quais problemas a sua empresa resolve?

As respostas devem ir além do fato de perder o negócio e resolver as dores do cliente. Devem ser do porquê sua empresa faz a diferença, se é inspiração para projetos que alcancem as pessoas, com soluções sustentáveis e transformadoras.

Propósito não é um slogan publicitário com frase de efeito, é uma ideia, é um sentimento que exprime a alma da organização e a visão de seus fundadores.

Propósito da marca é diferente da missão que diz o que a marca faz de melhor e da visão para onde a organização pretende ir, também não é o seu posicionamento de mercado. Propósito é o porquê da marca existir.

O propósito é único e assume seu compromisso diante dos clientes, stakeholders e a sociedade como um todo enquanto marca ou empresa, já a causa pode ser adotada ou não  por uma empresa em diversos momentos e abordagens durante a trajetória empresarial.

Os 3P’S de uma marca com propósito:

De acordo com Raja Rajamannar na Global Marketer Week, as estratégias são:

Assim, é possível ter um bom negócio fazendo a diferença na sociedade.

Exemplos de propósito de algumas marcas:

Google:

Organizar as informações do mundo e torná-las acessíveis e úteis para todos.

Dove:

Acreditamos que a beleza deve ser uma fonte de confiança, não de ansiedade.

Propósito e marketing 5.0 : A experiência do cliente na era tecnológica e sensorial

A era do marketing 5.0 vai ser marcada pela tecnologia e pela internet das coisas. 

Mais do que interação, a internet trouxe ao consumidor a possibilidade de dar voz a sua opinião e ser ouvido pelas marcas, sendo influenciador.

Os benefícios dos produtos e serviços já não satisfazem mais os consumidores, eles querem que as empresas ofereçam valores pautados na responsabilidade com a sociedade em que se encontram inseridas, no genuíno respeito ao ser humano e ao meio ambiente, não apenas quando lhes convém. 

O desejo de consumo necessita vir acompanhado de emoções e sentidos que são experimentados em contato com os bens de consumo ou serviços.

O consumidor 5.0 quer relacionamento, com uma comunicação engajada baseada na construção de uma conversa ao fazer o atendimento, fazendo da mensagem comercial uma recomendação. Usando a comunicação mais humana para criar laços entre pessoas e marcas.Construindo memórias afetivas.

As tendências de consumo despertam nas pessoas a vontade de experimentar, de ser ao invés de possuir e acumular bens.

Segundo um estudo realizado pelo instituto Gartner, 89% das empresas irão competir pela experiência do consumidor em alguns anos. As estratégias das empresas não serão mais focadas em métricas, mas no uso da realidade virtual, relacionamento, vínculo emocional, explorando os cinco sentidos, e causas para tornar seus consumidores em embaixadores da marca.

Crie diálogos mais abertos e empáticos, usando a tecnologia para criar conexões mais humanas nos negócios e no mundo.

Comentários 0
Nenhum comentário até o momento.