Blog Lean Sales

Categorias


Últimas postagens


Blog Lean Sales

28 de junho: Dia Internacional do Orgulho Gay

Esse dia é comemorado em todo o mundo como o Dia do Orgulho Gay ou Dia do Orgulho LGBTQ+  (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Pessoas Intersexo) e tem o objetivo de conscientizar contra o preconceito e a desigualdade de direitos. 

Bianca MorescoBianca Moresco

Esse dia é comemorado em todo o mundo como o Dia do Orgulho Gay ou Dia do Orgulho LGBTQ+  (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Pessoas Intersexo) e tem o objetivo de conscientizar contra o preconceito e a desigualdade de direitos. 

Atualmente ainda acontecem diariamente atos de violência, insultos, deboches em ambientes escolares e corporativos para com a comunidade LGBTQ+. Quanto mais conscientizadas as pessoas forem de que todos são igualmente dignos de respeito, a tendência é que estes acontecimentos diminuam até que todos possam viver bem e confortáveis com quem são ou com querem ser.  

Esta data também é tida como um reforço para que as pessoas LGBTQ+ não se escondam, não sintam vergonha da sua sexualidade e não deixem de se expressar. Sexualidade não deve ser motivo de desgosto ou vergonha. Para sermos realmente felizes é dever que sejamos quem somos de acordo com nossa essência. 

Neste postblog falei sobre a origem deste dia e como a diversidade é importante em ambientes corporativos.

Por que dia 28 de junho?

O Dia do Orgulho LGBTQ+ é celebrado em 28 de junho em homenagem a um dos episódios mais marcantes na luta da comunidade gay pelos seus direitos: a Rebelião de Stonewall Inn.

Em 1969, esta data marcou a revolta da comunidade LBGTQ+ contra uma série de invasões da polícia de Nova York aos bares que eram frequentados por homossexuais, que eram presos e sofreram opressão por parte das autoridades.

A partir deste acontecimento foram organizados vários protestos em favor dos direitos dos homossexuais por várias cidades norte-americanas.

A 1ª Parada do Orgulho Gay foi organizada no ano seguinte (1970), para lembrar e fortalecer o movimento de luta contra o preconceito.

A Revolta de Stonewall Inn é tida como o “pontapé inicial” do movimento de igualdade civil dos homossexuais no século XX.

LGBTQ+ em empresas 

Ações que conscientizem e falam sobre o assunto dão segurança para que os colaboradores tenham oportunidade de se abrirem e se sentirem seguros, sabendo que seu gênero ou orientação sexual não será uma barreira no desenvolvimento de sua carreira.

Aqueles que não assumem sua orientação sexual têm 75% mais chances de abandonar seus empregos, segundo o sócio da McKinsey e diretor global de recrutamento, Brian Rolfes. Além da chance de desenvolverem depressão e outros problemas psicológicos por estar se reprimindo no ambiente. 

Com uma média de 20 milhões de pessoas no Brasil, a comunidade LGBTQ+ já corresponde a aproximadamente 10% do PIB nacional e vem crescendo constantemente. Ainda assim, maior parte dessas pessoas relatam já ter sofrido discriminação no trabalho simplesmente por serem LGBTQ+. Os dados são da Pesquisa Demitindo Preconceitos (Consultoria Santo Caos).

Desenvolver estratégias de comunicação, networking, políticas e treinamentos específicos para conscientizar funcionários sobre a causa são algumas atitudes que empresas já estão tomando para que seus ambientes sejam cada vez mais igualitários. É importante reconhecer que este cenário de repressão ainda existe, mas que precisa ser mudado. 

Respeito é para todos 

É indispensável que sejamos livres para ser quem somos e amarmos quem quisermos amar. E que nos ambientes de trabalhamos saibamos respeitar as diferenças e semelhanças para que todos tenham a mesma oportunidade de desenvolver-se, sem medos ou julgamentos.

Aproveite o dia de hoje para falar, debater e colocar em pauta este assunto. A data é uma grande forma de expressar a força deste tema para que cada vez mais pessoas possam ter o entendimento da importância da causa na sociedade. 

Todos nós merecemos direitos iguais e o devido respeito como ser humano. Sexualidade NÃO é motivo de vergonha! Não se esconda, não deixe de ser quem você é. Assim, juntos, caminharemos para um mundo livre de preconceito e violência. 

Comentários 0
Nenhum comentário até o momento.